Você conhece as lesões no ombro mais comuns? O ombro é uma das articulações mais complexas do corpo humano. Suportando uma grande variedade de movimentos, ela é responsável por uma série de atividades cotidianas, desde pentear os cabelos até levantar objetos pesados.

No entanto, por causa de sua alta mobilidade e pouca estabilidade, o ombro é muito propenso a lesões, que podem ser muito dolorosas e afetar significativamente a qualidade de vida das pessoas.

Essas lesões podem ter diferentes causas, como sobrecarga muscular, queda ou traumatismo, e cada uma delas requer um tratamento específico para aliviar a dor e recuperar a função.

Neste texto, vamos discutir as lesões no ombro mais comuns e as melhores abordagens terapêuticas para cada uma delas. Acompanhe a leitura!

Quais as lesões no ombro mais comuns?

As lesões no ombro são extremamente frequentes e podem ocorrer tanto em atletas como em pessoas comuns, de todas as idades. Algumas das lesões mais comuns incluem:

● Tendinite do manguito rotador, que é uma inflamação dos tendões que ajudam a estabilizar e movimentar o ombro;

● Lesão labral do ombro, que ocorre quando o tecido fibrocartilaginoso que reveste a cavidade da articulação do ombro é danificado; e a

● Luxação do ombro, que é um deslocamento da cabeça do úmero, o osso do braço, fora da cavidade glenoidal, que é a parte da escápula.

Outras lesões comuns incluem a bursite do ombro, que é uma inflamação da bursa (pequena bolsa de líquido) que protege as estruturas do ombro, a síndrome do ombro congelado, que causa dor e limitação de movimento e o impacto subacromial, que ocorre quando há compressão dos tendões do manguito rotador contra a parte superior da omoplata.

É importante que qualquer pessoa que sinta dor ou desconforto no ombro busque a orientação de um médico especialista em ortopedia.

Como tratar as lesões no ombro?

Como já vimos, o ombro é uma das áreas do corpo humano mais suscetíveis a lesões, especialmente entre as pessoas que realizam atividades físicas intensas, como atletas e praticantes de musculação.

Ademais, as lesões no ombro podem ser ocasionadas por diversos fatores, entre eles movimentos repetitivos, esforço excessivo e falta de fortalecimento da musculatura dessa região. Quando não tratadas de forma adequada, essas lesões podem se agravar e se tornarem crônicas.

Por isso, é fundamental conhecer e aplicar as técnicas de tratamento adequadas para as lesões no ombro. Veja mais detalhes abaixo!

Como tratar a tendinite do manguito rotador:

A tendinite do manguito rotador é uma condição que afeta a musculatura e tendões de um ou mais músculos do ombro. O tratamento geralmente começa com o uso de compressas de gelo e fisioterapia.

A fisioterapia é fundamental para ajudar a aumentar a força e a flexibilidade dos músculos do ombro, além de reduzir a dor e a inflamação. Em casos mais graves, a cirurgia pode ser necessária para reparar os tendões danificados.

É importante seguir as recomendações do fisioterapeuta, além de evitar atividades que possam piorar a condição do músculo. Com o tratamento adequado, é possível recuperar a funcionalidade do ombro e aliviar os sintomas da lesão.

Como tratar a lesão labral do ombro:

A lesão labral do ombro é uma lesão comum, que ocorre quando o lábio da cartilagem do ombro se rasga ou descola. Para tratar essa lesão, o fisioterapeuta também tem um foco na redução da dor, na diminuição do processo inflamatório, no ganho de força muscular e no aumento da mobilidade articular.

Em alguns casos, a imobilização do ombro em uma tipóia pode ser recomendada para permitir que o lábio labral se cure. No entanto, a cirurgia pode ser a única opção adequada para casos mais graves de lesão labral.

Independentemente do tipo de tratamento escolhido, é importante seguir as recomendações do fisioterapeuta e do ortopedista para garantir uma recuperação adequada e evitar complicações futuras.

Como tratar a luxação do ombro:

Por fim, a luxação do ombro é uma condição muito dolorosa e pode ser causada por lesões esportivas, trauma ou até mesmo por movimentos repentinos. O tratamento adequado pode ajudar a aliviar a dor, restaurar a função do ombro e prevenir complicações futuras.

Em primeiro lugar, é importante procurar um especialista em lesões musculoesqueléticas para avaliar a gravidade da luxação. O tratamento pode envolver terapia física, compressas de gelo para reduzir a inflamação, medicamentos para aliviar a dor e, em casos mais graves, cirurgia.

Durante o processo de recuperação, é importante evitar atividades que coloquem mais pressão no ombro e seguir os exercícios recomendados pelo médico e fisioterapeuta. Isso ajudará a fortalecer os músculos ao redor do ombro e prevenir mais lesões.

É importante lembrar que a recuperação da luxação do ombro pode levar algumas semanas ou até mesmo meses. Portanto, é preciso seguir o plano de tratamento com paciência e disciplina para obter resultados mais satisfatórios.

Conclusão

As lesões no ombro são frequentes em pessoas de todas as idades e profissões, e podem ter diferentes causas, como traumas, uso excessivo e envelhecimento. As lesões rotatoriais, luxações e ombro congelado são as mais comuns.

O tratamento pode variar de acordo com a gravidade e extensão da lesão, podendo incluir repouso, fisioterapia, medicamentos e, em casos mais graves, cirurgia. É importante que as pessoas estejam atentas aos sinais de dor, desconforto e limitação de movimento, procurando ajuda médica o quanto antes.

A prevenção também é fundamental, com cuidados simples como manter uma postura adequada, fazer aquecimento antes da atividade física e evitar sobrecarga do ombro.

Dessa forma, é possível reduzir o risco de lesões no ombro, e garantir a saúde e o bom funcionamento dessa importante articulação do corpo humano.

Fique atento a qualquer sintoma e, caso veja necessidade, procure um um fisioterapeuta para iniciar o tratamento mais adequado para o seu caso!