Em algum momento do dia você já parou para pensar sobre a importância de dormir bem? Mesmo quem nunca tenha reparado nisso, certamente já sentiu o peso de não ter tido boas noites de sono: corpo dolorido, ombros cansados, dores de cabeça, assim por diante.

Nós vivemos no tempo da hiperprodutividade, onde o mais importante é funcionar o máximo possível dentro das vinte e quatro horas existentes em cada dia. A verdade é que isso não faz nada bem à saúde, e o melhor que podemos fazer é, no mínimo, conseguir dormir bem.

Qual é a postura certa para dormir?

Seja sincero(a): você realmente dorme bem? Dormir é uma atividade natural do ser humano e de todos os animais presentes na natureza. Porém, diferente de outros seres vivos, gradativamente as pessoas vêm perdendo sua qualidade de sono, dia após dia.

O grande problema dessa situação é que a qualidade de sono que cada indivíduo possui reflete diretamente no seu desempenho! Em outras palavras, quem não dorme bem dificilmente consegue viver realmente bem.

Para quem busca ter uma rotina mais saudável, por exemplo, conseguir estabelecer boas horas de sono é essencial. De pouco adianta praticar exercícios e estabelecer uma nova alimentação, se você dorme apenas três horas por dia, já sabe disso?

Sabendo disso, surge a famosa pergunta: qual é postura certa para dormir?

Em primeiro lugar, é preciso saber que a posição para dormir não é o único fator que interfere na sua qualidade de sono. Existem outros, como veremos logo abaixo. Apesar disso, a posição tem sim a sua importância…

Respondendo de maneira rápida: não, não existe uma postura certa para dormir. Na verdade, existem uma série de indicações posturais que podem melhorar a sua noite, mas não necessariamente uma postura pré-definida.

Estando bem atento a cada uma dessas indicações posturais, você conseguirá evitar dores e lesões advindas de uma péssima noite de sono. Vamos lá conhecer cada uma delas!

1. Escolha um colchão de boa qualidade

O primeiro passo para não sofrer com futuras dores é buscar dormir sobre a superfície certa. É claro que não existe o chamado colchão perfeito, muito longe disso…

Porém, atualmente, as lojas já disponibilizam diversos tipos e modelos, e cabe a você escolher um colchão de boa qualidade. 

Mesmo que você durma durante toda noite ou até um pouco mais, sem uma superfície de repouso adequada, a sua sonhada postura certa para dormir jamais será alcançada, entendido?

Não há nada melhor para o repouso do seu corpo do que um bom colchão à noite, é justamente isso evita tensões que, por sua vez, sempre geram dores e lesões durante o dia seguinte!

Obviamente, será necessário conciliar a qualidade do colchão com suas condições financeiras, mas aconselhamos que você procure investir sempre um pouco mais, já que os ganhos a longo prazo superam qualquer tipo de despesa.

Dica: diferente do quê muitos pensam, um colchão muito mole não é a melhor opção para sua coluna, colchões mais duros tendem a ser melhor para coluna. 

2. Estabeleça rotinas e horários

Exceto no caso de um profissional da saúde que faça plantões de longos dias em diversos hospitais e emergências, a maioria das pessoas possui espaço de tempo suficiente para dormir longas horas, ainda que não perceba isso…

Na realidade, quando se trata de horas de sono, tudo depende da organização!

E por isso nossa segunda dica é estabelecer rotinas e horários para dormir. Com uma espécie de ritual de sono criado, suas noites serão melhores, muito embora a postura não esteja tão ajustada como deveria.

Para colocar isso em prática, é fundamental que você cumpra os horários fixados no máximo de dias possíveis dentro da sua semana, pois isso acaba gerando um hábito, o que irá facilitar ainda mais sua boa noite de sono.

Com uma rotina eficiente e relaxante, não há dor e lesão que permaneça no seu corpo!

3. Busque uma posição vantajosa

Já dissemos que não existe uma posição certa para dormir, e isso é bem verdade. Porém, existem algumas posições que são vantajosas, e elas se resumem a três: barriga para cima, barriga para baixo e virado ao lado esquerdo.

Para quem sofre com constantes dores no cotidiano, uma opção vantajosa é a de barriga pra cima. Também conhecida como posição supinada, a barriga pra cima evita dores nas costas e equilibra toda a distribuição de peso.

Uma dica interessante para quem dorme de lado, é colocar um travesseiro no meio das pernas, á fim de manter o quadril alinhado e consequentemente não sobrecarregar as vértebras lombares.

Além disso, esta posição ainda evita que  a coluna e o pescoço durmam tensionados, o que não é nada bom para quem já sofre com dores, não é mesmo?

4. Procure um fisioterapeuta especializado

Apesar de dicas práticas como as que citamos acima serem bastante úteis, nem sempre são eficazes como deveriam, sobretudo se o seu problema com dores e tensões não estiver associado à postura certa para dormir. 

Por essa razão, muitas vezes será necessário procurar um fisioterapeuta especializado para aliviar esse tipo de sofrimento que, cá entre nós, afeta o desempenho de qualquer um.

Não há dica que supere a avaliação de um serviço profissional experiente e, sobretudo no caso de idosos, essa avaliação torna-se mais importante ainda, pois uma simples dor pode se tornar um problema maior ainda em algum futuro próximo.

Conclusão sobre a postura certa para dormir

De fato, a postura certa para dormir é um assunto muito debatido, e não poderia ser de outra forma, já que as noites de sono constituem praticamente um terço das nossas vidas, e devem ter uma qualidade tão alta quanto nossos próprios hábitos diurnos!

É extremamente não recomendado que você deixe de dar importância às dores que sente relativas ao sono, pois assim como quem dorme bem vive melhor, pessoas que enfrentam lesões vivem com menor qualidade.

Acima de tudo, procure algum expert no assunto ou, melhor dizendo, algum fisioterapeuta profissional que identifique as reais causas posturais que impedem o seu bom sono.

Quer melhorar sua postura para dormir através da fisioterapia? Fale com um dos fisioterapeutas da Reabilitando e evite dores durante o sono! Clique aqui e saiba mais.